EVENTOS

O calendário judaico é repleto de datas festivas, e como vivenciamos os anos de uma forma distinta em relação ao calendário gregoriano (padrão usado no Brasil) eventualmente fica dificil de as pessoas saberem das celebrações da Torah. Ressalta-se aqui que as festas bíblicas são consideradas como shabat, ou seja, dias em que não se deve trabalhar, mas buscar a presença de D’us.

As próximas atividades são:

YOM KIPUR (Dia do Perdão) Dia 19/09/2018

O dia mais sagrado do calendário é o Yom Kipur, dia do perdão, ou dia das expiações, quando o sumo-sacerdote entrava, uma vez ao ano, no Santo dos Santos, dentro do Mishkan (Tabernáculo) para oferecer o sacrificio de expiação de pecados. Esse é um dia de contrição, de afligir a alma, com jejum (completo) e orações. Nesse dia, usamos trajes brancos, jejuamos, e dedicamos a maior parte do tempo em reflexões sobre arrependimento e a busca pelo perdão.

Nesse ano de 2018, o Yom Kipur terá início ao pôr-do-sol da terça-feira, dia 18/09 e o jejum se encerra após o anoitecer do dia 19, quarta-feira.

 

SUCOT (Tabernáculos) De 24 a 30/09/2018

A festa dos Tabernáculos ou das Cabanas tem duração de uma semana, mas só o primeiro dia é considerado como Shabat. Nesse ano, o Yom Tov, marcando o inicio da celebração ocorrerá ao pôr-do-sol do dia 23 de setembro, domingo, sendo portanto, a segunda-feira, dia 24, considerada como shabat.

 

SHEMINI ATZERET (Oitava Assembléia) Dia 01/10/2018

Depois de uma semana habitando em cabanas, o Eterno nos convida a ficar na presença dEle um dia a mais. Shemini Atzeret é portanto o oitavo dia, que encerra o ciclo festivo. Nesse dia, retornaremos os rolos sagrados da Torah ao livro de Bereshit (Gênesis) recomeçando o ciclo de estudos da Torah a partir de então. É considerado como sendo yom tov a segunda-feira, dia primeiro de outubro.

 

CONGRESSO ISRAELITA (Celebração Festiva) De 21 a 25 de dezembro de 2018

O nosso congresso de adoração é uma oportunidade de reunirmos com membros do Brasil todo (e de outros países) para juntos adorarmos ao Criador. Obviamente não se trata de uma festa bíblica, mas é a chance de membros que ficam isolados da comunidade ao longo do ano se encontrarem com a liderança e passarem dias de alegria e devoção juntos.

Esse evento é aberto a membros e simpatizantes da CINA, mas para participar é necessário fazer a inscrição e pagamento antecipadamente.

 

Para participar de qualquer destes eventos, recomendamos que entre em contato com a direção do Templo Ohel David antecipadamente visando definir questões de alojamento, refeição e organizar sua participação na atividade.