HOME   INSTITUCIONAL   TV ISRAELITA   DOAÇÕES   CONTATE-NOS   AGENDA   APOIO A ISRAEL
AVISOS IMPORTANTES
  INSTITUCIONAL:
  QUEM SOMOS?ONDE ESTAMOS?NISTO CREMOSCONVERSÃOCADASTRE-SECONTRIBUIÇÕESMURAL MINISTERIALCADASTRO MINISTERIAL YESHIVAH
  ESTUDOS:
  ESTUDOSCURSO - TORÁ PARASHOTFESTASBÍBLIA ON LINE613 MITSVOTBENÇÃOS E REZASESTUDOS INFANTISBOLETIM OUVE ISRAELCÓDIGO JOVENSGLOSSÁRIO
  MULTIMÍDIA
  TV ISRAELITA - ONLINE YOUTUBE - PROGRAMA TV YOUTUBE - BASTIDORES RÁDIO - ONLINE  CURSO - TORÁ
  BANDA CINA - OFICIAL
  DIVERSOS
  LOJA ISRAELITACALENDÁRIO HEBREUGLOSSÁRIOCULINÁRIALINKS ÚTEIS
Você pode doar agora mesmo clicando no botão abaixo:

 



E S T U D O S
 

Inferno - existe mesmo? O que vem a ser? Recompensa onde e quando?


Inferno ou Lago de Fogo?

Céu ou inferno? Esta é a pergunta colocada pela maioria das religiões aos homens, quando pretendem uma decisão no campo espiritual.

A Congregação Israelita da Nova Aliança sabe que há um grande equívoco nesta questão que, inclusive, envolve a doutrina pagã da imortalidade da alma e que também busca aniquilar o ensino da ressurreição.

A palavra inferno, que aparece nas versões da Bíblia, infelizmente, não é um termo adequado e acaba por misturar as coisas: ora inferno significa sepultura, ora quer dizer fogo eterno.

Vamos nos ater, neste estudo, aos termos Seol e Hades, que aparecem nos originais hebraico e grego, das Sagradas Escrituras e dos Escritos da Brit Chadasha, respectivamente, para podermos chegar a uma compreensão melhor.

Tendo conhecimento disto, poderemos, ao ler certos textos, entender e dar uma definição exata do seu significado.

1. Qual é o estado e para onde vai o homem após a morte?

a) Fica dormindo, inconsciente: "Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco eles têm jamais recompensa, mas a sua memória ficou entregue ao esquecimento...Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque na sepultura, para onde tu vais, não há obra, nem indústria, nem ciência, nem sabedoria alguma." (Ec 9:5, 10)

b) Para a sepultura, Hades ou Seol: "Sai-lhes o espírito, e eles tornam para sua terra; naquele mesmo dia, perecem os seus pensamentos." (Sl 146:4).

"Não vos maravilheis disso, porque vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz." (Jo 5:28)

2. Por que a palavra "inferno" causa tanta confusão?

"Muita confusão e compreensão errônea foram causadas pelo fato de os primitivos tradutores da Bíblia terem traduzido persistentemente o termo hebraico Seol e os termos gregos Hades e Geena pela palavra inferno..." (The Encyclopedia Americana - 1942- Vol. XIV, pg. 81).

3. Como fica a palavra "inferno" nos Ketuvim Netsarim (NT) e quais seus reais significados?

Nas passagens abaixo, a palavra aparece doze vezes e foi transliterada como "Geena": Mt 5:22, 29, 30; 10:28; 18:9; 23:15, 33; Mc 9:43, 45, 47; Lc 12:5 e Tg 3:6.

Geena: deriva do hebraico gê (ben)(benê) hinnõm, o vale dos filhos de Hinnom, próximo de Jerusalém (Js 15:8; 18:16) onde crianças eram sacrificadas pelo fogo, atendendo a rituais pagãos (2Rs 23:10; 2Cr 28:3; 33:6; Jr 7:31; 32:35). (New Bible Dictionary, pg. 463)

O lugar era usado para a incineração do lixo de Jerusalém e onde também se lançavam os corpos de animais mortos.

Lá também eram lançados os criminosos, o que dá a idéia de um lugar de punição pelos pecados (Dt 32:22).

Hades: Já esta palavra grega significa sepultura e corresponde a Seol, do Tanach (AT) e aparece onze vezes nos Ketuvim Netsarim (NT): Mt 11:23; 16:18; Lc 10:15; 16:23; At 2:27, 31; 1Co 15:55; Ap 1:18; 6:8; 20:13, 14.

Tártaro: Do grego, aparece em 2Pe 2:4, que representa um abismo mito-lógico para a confinação dos deuses rebeldes. (Expository Dictionary of Bible Words, pg. 337).

Portanto, Geena está associada com fogo e castigo, mas Hades, refere-se a sepultura, ou o lugar dos mortos.

4. Que dizer do lago de fogo e do fogo eterno? Por que "eterno"?

Todos os que ressuscitarem na segunda ressurreição serão julgados perante o trono branco e serão lançados no lago de fogo, para o castigo da segunda morte. Lá estarão também o diabo e seus anjos.

Neste lago de fogo, finalmente, serão destruídos a morte e o inferno, ou Hades/Seol: "E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte." (Ap. 20:14)

Fogo eterno: Na verdade, o fogo é eterno e inextingüivel no sentido de que, enquanto nele houver o que tenha de ser queimado, este não se apaga. Prova disto é o fogo que destruiu Sodoma e Gomorra. Acabou com tudo, mas não mais existe:"Assim como Sodoma, e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se corrompido como aqueles e ido após outra carne, foram postas por exemplo, sofrendo a pena do fogo eterno." (Jd 7)

Aquelas cidades foram destruídas para sempre, para jamais serem reconstruídas, todavia, o fogo cessou há milhares de anos.

Bicho não morre: Isto que dizer o mesmo, ou seja, que enquanto existir substância a ser consumida, o bicho vai consumí-la totalmente (Mc 9:44, 46, 48; Is 66:24). Não quer dizer que o ímpio vai ficar vivo para sempre.

Atormentado para sempre: O diabo será atormentado para sempre, no lago de fogo (Ap 20:10), significa que não mais escapará, ou seja, sofrerá a morte eterna.

5. E no Tanach (AT)? como fica a palavra inferno? De onde vem?

A palavra inferno, no AT, deriva-se de "seol" ou "sheol" termo hebraico que significa sepultura, lugar de habitação dos mortos, ou o mesmo que "hades", do NT.

"Seol" aparece 65 vezes no AT, mas nem sempre traduzida como "inferno".

O Fim dos Ímpios

Desde o princípio do mundo, Deus tem prometido um Salvador para a humanidade.

O único meio de alcançarmos a remissão de nossos pecados e escaparmos da segunda morte, no lago de fogo e enxofre, é recebermos ao Mashiach como nosso substituto, mediante uma sincera conversão e mudança de vida.

O ímpio não quer isso. Prefere viver somente o que a vida presente lhe oferece e não pensa em uma vida eterna ao lado do Senhor.

Alguns, influenciados pelo paganismo, se crêem imortais e acham que, de alguma outra maneira, poderão sobreviver após a morte.

Na verdade, Yeshua (Jesus) só dá a vida eterna aos que o aceitam. Não existe alma imortal, tampouco o homem é um ser dual, que sobrevive fora do corpo. O ímpio, após a segunda ressurreição, desaparecerá!

1. A passagem de Lc 16:19-31, (Rico e Lázaro) é citada para mostrar o lugar onde os mortos aguardam recompensa? É isto correto?

Não. Na verdade se trata de uma parábola e não de um fato real.

Parábola: "Narração alegórica na qual o conjunto de elementos evoca, por comparação, outras realidades de ordem superior." (Dic. Aurélio).

"a) História-parábola, sem qualquer nexo histórico." (Bíblia de Jerusalém, pg. 1961, referindo-se ao texto acima)

Se a passagem não fosse parábola e se tratasse de algo real, entraria em inúmeras contradições: mortos são como os vivos: se comunicam entre si; sentem dor, portanto, tem sistema nervoso e cérebro funcionando; têm língua, olhos, dedos, etc.

Na verdade, a parábola se refere aos judeus (o rico), portador de tudo (Rm 3:1; 9:4,5) e aos gentios (o pobre Lázaro) sem nada (Ef 2:11,12).

2. Segundo as Escrituras, qual será o futuro de justos e ímpios?

Os ímpios serão removidos da Terra, mas os justos aqui permanecerão:

"Porque os retos habitarão a terra, e os sinceros permanecerão nela. Mas os ímpios serão arrancados da terra, e os aleivosos serão dela extermina-dos." (Pv 2:21, 22)

Os ímpios serão queimados e se desfarão em fumaça: "Mas os ímpios perecerão, e os inimigos do SENHOR serão como a gordura dos cordeiros; desaparecerão e em fumaça se desfa-rão." (Sl 37:20)

"Por isso, a maldição consome a terra, e os que habitam nela serão desolados; por isso, serão queimados os moradores da terra, e poucos homens restarão." (Is 24:6)

O texto acima nos revela que, no Armagedom, a guerra que ocorrerá por ocasião da segunda vinda de Jesus, a quase totalidade dos ímpios morrerá, mas um restante sobreviverá, para dar origem às nações que povoarão a terra, no milênio, os dias do Messias.

"E acontecerá que todos os que restarem de todas as nações que vieram contra Jerusalém subirão de ano em ano para adorarem o Rei..." (Zc 14:16)

Nesta ocasião, os justos ressuscitarão ou serão transformados; recepcionarão o Senhor nas nuvens e descerão com Ele em Jerusalém, para Sua entronização. (1Co 15:52; 1Ts 4:16, 17; Zc 14:4, 9)

3. Que acontecerá no fim do reino milenar, instaurado aqui na Terra?

a) satanás é solto por um pouco de tempo e sai a enganar as nações que aqui habitaram, durante o reino milenar. (Ap 20:3, 7, 8)

b) Os seduzidos por ele serão destruídos pelo fogo, ao cercar a cidade de Jerusalém terrena, sede do reino milenar do Messias Jesus. (Ap 20:9)

c) Ocorre a segunda ressurreição: os ímpios são ressuscitados, julgados e lançados no lago de fogo, para serem atormentados e extintos pela segunda morte. O diabo e seus anjos, igualmente alí estarão, para serem destruídos. (Ap 20:10-15)

d) Finalmente, a própria morte, que antes punia aos pecadores, e a sepultura ou hades e seol, serão aniquilados no lago de fogo e enxofre, pois não se justifica mais sua existência. (Ap 20:14, 15)

4. Nesta circunstância, como estará a Terra a partir daí?

Com todo o mal extinto, o objetivo de restauração do reinado messiânico estará concluído e teremos, finalmente, o novo Céu e a nova Terra (At 3:21; 1 Co 15:24-28; Ap 21:1).

5. Aqueles que foram lançados no lago de fogo, ficarão sofrendo para sempre?

Não. Os ímpios não podem viver para sempre, porque são mortais. O primeiro falso pregador que falou na imortalidade do ímpio, foi satanás, no Éden (Gn 3:4).

O tempo de destruição pode até variar, mas os ímpios serão extintos, juntamente com as hostes malignas.

A vida eterna só é concedida por Deus aos que recebem Seu Filho, como Salvador. A busca dos homens e as promessas de Yeshua não teriam sentido algum, se os homens entendessem que são, naturalmente, imortais. Yeshua teria de esclarecer que oferecia uma vida eterna melhor, com Ele.

"...E vós sabeis que nenhum homicida tem permanente nele a vida eterna." (1Jo 3:15)

"E o testemunho é este: que Deus nos deu a vida eterna; e esta vida está em seu Filho." (1Jo 5:11)

Tempo de Recompensa

Um dos principais objetivos de nossa fé é a nossa ressurreição no fim dos tempos.

Que vem a ser ressurreição? Michaelis define: "Ato de ressurgir ou reaparecer vivo depois de ter morrido; restituição do morto à vida."

Se não há ressurreição, certamente estamos perdidos:"E, se Cristo não ressuscitou, é vã a vossa fé, e ainda permaneceis nos vossos pecados. E também os que dormiram em Cristo estão perdidos." (1Co 15:17, 18)

Ora, se o homem, logo após a morte, continua vivo noutra dimensão e já vai para junto de Deus ou para um lugar de tormentos, perguntamos: Para que ressurreição? Por que Paulo enfatiza tanto a ressurreição, se os mortos não precisam dela?

Considerando o que somos e como estaremos após a morte, à luz das Escrituras, então o tema para nós é importante. E dá para saber também porque ansiamos pela vinda do Senhor!

1. Que diz as Escrituras sobre o estado do homem após a morte?

Que todos, salvos ou não, estão inconscientes, dormem no pó da terra e só reviverão mediante a ressurreição:

"Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco eles têm jamais recompensa, mas a sua memória ficou entregue ao esquecimento..." (Ec. 9:5) "...porquanto és pó e em pó te tornarás." (Gn 3:19) "Pois ele conhece a nossa estrutura; lembra-se de que somos pó." (Sl 103:14)

"Todos vão para um lugar; todos são pó e todos ao pó tornarão." (Ec 3:20)

"Não vos maravilheis disso, porque vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz. E os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida; e os que fizeram o mal, para a ressurreição da conde-nação" (João 5:28, 29)

2. A crença de que o homem recebe a recompensa logo após a morte, dá origem a que outras heresias?

A idolatria e o espiritismo. O entender que os santos quando morrem vão para o céu, deu margem para a veneração dos mortos, como é o caso do catolicismo romano, que por sua vez herdou tal heresia dos antigos pagãos. O surpreendente é que a influência desta doutrina pagã ganhou amplo espaço nas religiões oriundas da reforma protestante, assim como no espiritismo. "Quando vos disserem: Consultai os que têm espíritos familiares e os adivinhos, que chilreiam e murmuram entre dentes; —não recorrerá um povo ao seu Deus? A favor dos vivos interrogar-se-ão os mortos?" (Is 8:19).

3. Quando, segundo as Escrituras, ocorrerá a recompensa dos mortos?

Na galeria dos heróis da fé, onde aparecem grandes nomes, está claro que eles não receberam ainda as promessas, esperando por nós, ou seja, para as receberem conosco: "Todos estes morreram na fé, sem terem recebido as promessas, mas, vendo-as de longe, e crendo nelas, e abraçando-as, confessaram que eram estrangeiros e peregrinos na terra...39E todos estes, tendo tido testemunho pela fé, não alcançaram a promessa, 40provendo Deus alguma coisa melhor a nosso respeito, para que eles, sem nós, não fossem aperfeiçoados." (Hb 11:13, 39, 40)

Paulo fala que os que são do Mashiach serão galardoados na Sua vinda: "Mas cada um por sua ordem: Cristo, as primícias; depois, os que são de Cristo, na sua vinda." (1Co 15:23)

Isto fecha com Apocalipse:"...e o tempo de dares o galardão aos profe-tas, teus servos, e aos santos, e aos que temem o teu nome..." (Ap 11:18)

"E eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo para dar a cada um segundo a sua obra." (Ap 22:12)

"E serás bem-aventurado; porque eles não têm com que to recompensar; mas recompensado serás na ressur-reição dos justos." (Lucas 14:14)

4. Por que a Bíblia diz que Jesus é o primeiro da ressurreição?

Embora tenha havido outras ressurreições, todos morreram de novo. O único que ressurgiu para a vida eterna, foi Yeshua. Nós e todos os santos receberemos o galardão desta ressurreição, na Sua vinda."Isto é, que o Cristo devia padecer e, sendo o primeiro da ressurreição dos mortos, devia anunciar a luz a este povo e aos gentios." (At 26:23)

"Mas, agora, Cristo ressuscitou dos mortos e foi feito as primícias dos que dormem. 21Porque, assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição dos mortos veio por um homem. 22Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo. 23Mas cada um por sua ordem: Cristo, as primícias; depois, os que são de Cristo, na sua vinda." (1Co 15:20-23)

5. É possível que Enoque, Elias e outros santos, estejam vivos e já reinando com Yeshua?

Não. Já vimos que eles morreram na fé, mas não alcançaram a promessa. De Enoque, temos que morreu (Hb 11:13) e Elias, tendo concluído seu ministério, foi apenas transportado por um rede-moinho, de um lugar para outro, mas aqui mesmo na terra. Prova disto é que, cerca de dez anos depois do arrebatamento, enviou uma carta repreendendo ao rei Jeorão, de Judá (2Cr 21:12).

Transfiguração de Jesus: Foi apenas uma visão, referente a vinda do Mashiach em Seu Reino, dada a três discípulos, conforme prometido alguns dias antes. Confira (Mt 17:9).


 
 

Voltar

 

 
Congregação Israelita da Nova Aliança - Caixa Postal 1260 - Curitiba - PR - Fone (41) 3377-2422
Criado pela Porongo